Rafael Sanzio Araujo dos Anjos, PhD

AfricaBrasil

 

 

 

                                                        Ano 2014

                                                        Autor: Geog. Rafael Sanzio Araújo dos Anjos

                                                        Editora: Mapas & Consultoria Ltda.

                                                        Dimensões: 27x40 cm / Publicação Colorida

                                                        Peso: 820g

                                                        ISBN: 978-85-87763-08-3

                                                        Cód. CIGA: 6.000

                                                        Preço: R$ 100,00

 

 

 

 

 

O Brasil é o mais importante país contemporâneo com registros das referências do continente africano “fora” da África. O desenvolvimento dos grandes ciclos econômicos coloniais estruturados na força de trabalho e na tecnologia de referência africana, ao longo dos séculos XVI-XIX, revelam a dimensão econômica e a extensão territorial da “presença ampla” africana na formação do Brasil. Somente, esses dois componentes estruturais nos possibilitam entender porque o Estado brasileiro, numas perspectiva histórica, foi o território mais acabadamente escravista do “Novo Mundo”, mesmo com os conflitos políticos e contradições econômico-sociais. Esta é uma premissa básica para a compreensão da extensão demográfica de matriz africana existente no território brasileiro. É este “Brasil Africano” que tem sido a principal vítima da discriminação e preconceito étnico instaurado secularmente no país, sobretudo pela manutenção de algumas práticas do regime escravista e da ideologia racista na sociedade dominante. Uma das raízes estruturais desse problema está na fixação das imagens hostilizadas ao meio ambiente e aos seres humanos da África, construídas na “Europa Moderna” a partir do século XV. Um dos efeitos políticos da distorção e da invisibilidade das “Áfricas” é lugar insignificante e secundário que foi dedicado à sua Geografia e sua Historiografia em todas as “Histórias” da humanidade. Construir com recursos da cartografia e da fotografia, um panorama geográfico-historiográfico das referências do continente africano e do território afro-brasileiro, visando contribuir para uma outra “leitura”e “compreensão“ da da formação do território e da população do Brasil, é o principal objetivo do Atlas Geográfico: ÁFRICABRASIL. A publicação está estruturada em sete Partes básicas, oriundas das pesquisas geográficas, cartográficas, fotográficas e historiográficas realizadas no campo e em varias instituição no Brasil, na África e na Europa. Este Atlas é um instrumento fundamental para colaborar na alteração da mentalidade das sociedades resistentes às mudanças sociais e nas políticas pontuais e superficiais do sistema, sobretudo, para subsidiar a adoção de medidas concretas de alteração do contexto secular de exclusão da população de matriz africana no Brasil.